A depressão é uma merda. Isso mesmo, merda. Existem outras palavras para defini-la mas são bem mais feias que essa e não é recomendável usar palavras chulas em um post de um blog. Por serem mais feias talvez definam melhor esse troço que nem nome deveria ter.
Como sou pastor (mesmo que licenciado para tratamento de saúde), tento usar as palavras do jeito mais educado e gentil possível, mas com essa tal de depressão é difícil. Minha vontade é chegar à beira do Grand Canyon, no Arizona, e gritar todos os palavrões conhecidos e desconhecidos, e ao final completar: É pra você, sua vilã desalmada.

Sim, eu sei que nada disso adianta, mas é que às vezes cansa, sabe? Cansa ser refém dessa maldita doença. Ela deveria ser mandada direto para o inferno!

Se eu estou nervoso? Descontrolado? Irritado? Sim, hoje estou aborrecido, irritado, com raiva de tudo. Se eu pudesse pegaria no pescoço dessa tal depressão e a esganaria até que ela morresse. Morre sua desgraçada!

* O fígado é um dos órgãos que mais sofrem com o uso de antidepressivos e ansiolíticos.




Photo by Chirantan Sayan on www.unsplash.com